A descrição matemática das conchas e do seu crescimento

"How can it be that mathematics, being after all a product of human thought independent of experience, is so admirably adapted to the objects of reality? Is human reason, then, without experience, merely by taking thought, able to fathom the properties of real things?"
Albert Einstein

Muitos aspectos do crescimento de animais e plantas, apesar de, pelas suas formas elaboradas, parecerem governados por regras muito complexas, podem ser descritos por leis matemáticas muito simples. Um exemplo claro disso são as conchas e os búzios marinhos, como aqui mostraremos: consegue-se, com um modelo simples, descrever e gerar facilmente a grande maioria dos muitos tipos de conchas que existem na natureza.


(*) Este trabalho foi realizado sob a orientação do Professor Jorge Picado da Universidade de Coimbra, no âmbito de uma Bolsa atribuída pela Fundação Calouste Gulbenkian para desenvolver um projecto de divulgação da Matemática no Atractor.


Nível de dificuldade: Secundário—Superior